sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Oficinas de Criação Literária do NETI. 2016.2. Edna Domenica Merola

Crédito da foto Edna D. Merola
As anfitriãs das Oficinas de Criação Literária do N.E.T.I. 2016.2: a Poesia e a Dramaturgia, conforme poderá conferir no cronograma temático que segue:
Data
Tema
18/8
Apresentação dos participantes. Caracterização da turma em agrupamentos por idade. Escrever o que uma das cantigas de roda dum rol dado faz lembrar. Apresentação grupal de uma cantiga.
Dança em espelho como aquecimento para a escrita coletiva de material poético.http://www.last.fm/fr/music/Petros+Tabouris/_/Sikkinis
Após o exercício de música & movimento foi construído o material para a tarefa da próxima aula, com as rimas: relação, vibração, sensação, aproximação; brincadeira, primeira, companheira, faceira.
25/8
Escrita de texto coletivo a partir dos materiais da aula anterior. Apresentação dos textos feitos pelos grupos e das tarefas de casa (individuais) em formato de sarau. 
01/9
Jogo de imaginação dirigida. Agrupamento por palavra chave identificada na primeira escrita individual (sobre a vivência). Segunda tarefa escrita: composição de acróstico com o próprio nome. Terceira tarefa: construção de poema visual em grupo.
08/9
Dramatização dos trabalhos com os poemas visuais elaborados, na aula de 1/9/2016.
Luz/Ilumina - Josiane, Lenara, Mara Lúcia e Laércio - Primavera (Vivaldi)
 https://www.youtube.com/watch?v=MJ40QQ78Wjs
Brilho/Estrelas - Maria Antonia, Maria José e Edison - ao som de  https://www.vagalume.com.br/roberto-carlos/cavalgada.html .
Carinho - Catarina, Carmen, Marlene, Ângela - https://www.letras.mus.br/marisa-monte/1964286/ música "Ainda Bem".
Alegria - Luci, Maria Helena, Cleide, Dulce - "Tempo de Alegria"
https://www.letras.mus.br/ivete-sangalo/tempo-de-alegria/
15/9
22/9
Rimas e Métrica. Ora Direis Ouvir Estrelas (Bilac, Bastos, Belchior)
29/9
Centros energéticos e o despertar da criatividade.  In MEROLA, E. M. De que são feitas as Histórias, p. 62. Produção escrita sobre a vivência.

Links para acessar as produções referentes ao segundo semestre de 2016:



http://netiativo.blogspot.com.br/2016/08/textos-produzidos-por-catarina-rosali.html

http://netiativo.blogspot.com.br/2016/08/textos-produzidos-por-josiane-chini-nas.html

http://netiativo.blogspot.com.br/2016/08/textos-produzidos-por-angela-tatiana.html

http://netiativo.blogspot.com.br/2016/08/textos-de-laercio-duarte.html


http://netiativo.blogspot.com.br/2016/08/textos-produzidos-por-maria-antonia.html

http://netiativo.blogspot.com.br/2016/08/textos-produzidos-por-cleide-pimentel.html

http://netiativo.blogspot.com.br/2016/08/textos-produzidos-por-mara-lucia-bedin.html

http://netiativo.blogspot.com.br/2016/08/textos-produzidos-por-carmen-jaecir-de.html

http://netiativo.blogspot.com.br/2016/09/textos-escritos-por-maria-jose-amaro-na.html

sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Textos de Maria Cristina Pasquier na Oficina de Criação Literária do N.E.T.I.





Maria Cristina é aluna da Oficina de Criação Literária do N.E.T.I desde agosto de 2016.







Florianópolis, 12 de setembro de 2016.
CrIstiNA

Criar e co-criar
Recriar a cada situação
Intuindo o modo perfeito,
Semear sem limitação.
Trazer dos recônditos da alma
Inalando dela própria e ver,
Nada mais que a verdade
A pura verdade do Ser

Florianópolis, 25/8/2016. Criação conjunta: Cristina e outros.
Recordações

Naquela rua... Ou seria naquela lua?
Tenho saudade da minha idade.
Onde primos brincam a marchinha,
Pegam peixes, ganham mimos e
entregam feixes.
O pensamento voa e vem de leve a saudade,
Da nossa infância e da
tolerância daquela idade.

Textos de Maria Helena Abonizio Guerreiro, na Oficina de Criação Literária do N.E.T.I.

Florianópolis, 1 de setembro de 2016.
Acróstico

Criação de Maria Helena e outras
Mãezinha do céu, eu não sei rezar!”
  Amo muito a filha que me deste.
  Rosas lhe ofereço, em sinal de gratidão,
  Imaginando o tanto que serei feliz com ela.
Azul é seu manto, branco é seu véu...”

  Hei de ter muita garra, energia e amor
  Elevando sempre minhas graças a Deus
  Lena vou me apelidar
  Encantada por ser mãe
  Não esmorecerei jamais,
  Amando minha filha.


Florianópolis, 25 de agosto de 2016.
Criação em grupo: Lenara, Luci, Marlene, Maria José, Maria Helena
Lembranças

Ainda hoje sinto saudade do tempo da minha escola primária.
Recordo quando chovia: aquele cheiro de terra que se misturava com lembranças... Como quando minha irmã brigou com o namorado!
E depois a infância dos meus filhos: mais namorados, mais brigas, mais saudades, mais tristeza.
E tudo o que já passou...

Hoje, tudo isto volta, agora de frente para o peixe vivo que tenho de colocar na panela.

quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Textos escritos por Maria José Amaro, na Oficina de Criação Literária do N.E.T.I.



Florianópolis, 22 de setembro de 2016.
O melhor lugar


O melhor lugar no mundo 
parece ser na terra 
mas depois de tanta fome e guerra
tudo ficou imundo
  
Mas apesar de tudo
não morreu a nossa fé
acreditamos nos homens
mas muito em Javé
  
Pensando assim
me sinto privilegiada
pois consegui aqui:
o melhor lugar do mundo está em dentro de mim.


Criação de Maria José e outros
Florianópolis, 01 de setembro de 2016.
Acróstico


Minha mãe
Amava Maria
Rezou muito quando nasci!
Implorou, pedindo ajuda:
Ave Maria!

Jurou cuidar de mim
Ouviu meu pai mesmo feliz dizer:
Seria muito difícil.
É! Aqui estou!

Anos se passaram

Meus filhos também nasceram
Amei-os muito
Rezei para eles também
Ouço ela, ainda...


Florianópolis, 25 de agosto de 2016.
Criação em grupo: Maria José, Lenara, Luci, Marlene, Maria Helena
Lembranças

Ainda hoje sinto saudade do tempo da minha escola primária.
Recordo quando chovia: aquele cheiro de terra que se misturava com lembranças... Como quando minha irmã brigou com o namorado!
E depois a infância dos meus filhos: mais namorados, mais brigas, mais saudades, mais tristeza.
E tudo o que já passou...

Hoje, tudo isto volta, agora de frente para o peixe vivo que tenho de colocar na panela.

Textos de Luci Monguilhotti na Oficina de Criação Literária do N.E.T.I.




Luci Monguilhotti é aluna da Oficina de Criação Literária desde agosto de 2016.





Florianópolis, 1 de setembro de 2016.
Acróstico

Longos caminhos estreitos, percorridos com passos largos
Uniformizando o caminho longo até chegar ao meu encontro
Com sons e ventos, poeiras, valas e pedras, cheguei ao novo mundo.
Inquietada, cheguei ao novo mundo. Ganhei o colo, com muito carinho, proteção e amor. Seja bem-vinda!                                                                                                
Criação de Luci e outras










Florianópolis, 25 de agosto de 2016.
Criação em grupo: Luci, Lenara, Marlene, Maria José, Maria Helena
Lembranças

Ainda hoje sinto saudade do tempo da minha escola primária.
Recordo quando chovia: aquele cheiro de terra que se misturava com lembranças... Como quando minha irmã brigou com o namorado!
E depois a infância dos meus filhos: mais namorados, mais brigas, mais saudades, mais tristeza.
E tudo o que já passou...

Hoje, tudo isto volta, agora de frente para o peixe vivo que tenho de colocar na panela.

Textos produzidos por Marlene Xavier Nobre, na Oficina de Criação Literária do NETI



Marlene Xavier Nobre participa das Oficinas de criação Literária do N.E.T.I. desde agosto de 2016.








Florianópolis, 01 de setembro de 2016.

Acróstico

Menina bonita, querida e feliz, és uma flor: a mais linda que meus olhos já viram.
Amor da minha vida, em meus braços eu te embalei, cantei versos em músicas pra ti dormir.
Realmente, eu sou muito feliz nestes
Laços de Amor sou o pai mais feliz, menina bonita 
E feliz. Quero que saibas que te amo, que sou 
Nada mais do que muito muito feliz. Marlene, teu nome é força
E tu és tão feliz!



Criação de Marlene eoutras
Florianópolis, 24 de agosto de 2016.
Eu precisava me olhar!

Quando eu me inscrevi
Neste dia
Eu precisava
Fazer algo
Por mim
Precisava preencher
Os meus dias
Conhecer
Novas companhias
Neste dia
Eu já sabia?
O que fazia?
Me integrei
Neste grupo
Ah! Que emoção
Só conheci
Gente boa
Eu sentia
Eu já sabia
Eu pressentia
Eu vibrei
De alegrias
Com gente
Feliz e faceira
Bem criativas
Boas ideias
Que coisa boa
Pura descontração
Me envolvi
Pela primeira vez
De pessoas amigas
E companheiras
Eu já sabia
O que fazia
Foi pura harmonia
Muitas emoções
E alegrias
Cantamos
E relembramos
Bons momentos
Da infância
Fiz uma viagem
No tempo
Me sentia
Uma criança
Quando cantamos
Uma música...
Aquela!
Que eu cantava
E cantarolava
Quando criança
Eu já sabia
O que fazia
Quando naquele dia
Eu me inscrevi
Neste maravilhoso
Grupo de pessoas
Que já viveram
Por diversas experiências
Boas da vida
E que agora
Estão de paz
E de boa
E sabem
Estamos
Todos na boa
Na nossa melhor
Fase da vida
Na melhor idade
E vividas
Neste dia
Quando me inscrevi
Neste grupo do NETI
Parecia eu já sabia
O que queria fazer
Sai do meu mundo
Este sabe?
Que me incomodava
Deste mundo
De marasmo
De um vazio
Sentido e vivido
Que não me
Preenchia em nada
Que só me incomodava
Mais quando
Me decidi
Eu me inscrevi
Eu já sabia
O que fazia
Me integrei
Neste grupo
De boas companhias
Que coisa boa
Eu fazia por mim
Junto de gente
Feliz e faceira
Neste dia
Eu já sabia
O que fazia
Ah! Pura emoção
Eu sentia
Junto de boas
Companhias.

Florianópolis, 25 de agosto de 2016.
Criação em grupo: Lenara, Luci, Marlene, Maria José, Maria Helena
Lembranças

Ainda hoje sinto saudade do tempo da minha escola primária.
Recordo quando chovia: aquele cheiro de terra que se misturava com lembranças... Como quando minha irmã brigou com o namorado!
E depois a infância dos meus filhos: mais namorados, mais brigas, mais saudades, mais tristeza.
E tudo o que já passou...

Hoje, tudo isto volta, agora de frente para o peixe vivo que tenho de colocar na panela.

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Textos produzidos por Catarina Rosali Borges nas Oficinas de Criação Literária do N.E.T.I.





Catarina Rosali Borges participa das Oficinas de Criação literária do NETI desde agosto de 2016.








Florianópolis, 1 de setembro de 2016.
Acróstico

Carinhosamente nos surpreendeu
Criação de Catarina e outras
Assim de mansinho
Trazendo consigo
Alegria para todos
Relembrar esses momentos
Importantes do
Nascimento nos mostra
A intensidade de Amor e entrega das nossas mães


Florianópolis, 25 de agosto de 2016.
INFÂNCIA

Criança faceira
procura uma companheira
na rua das rendeiras
com muito entusiasmo
ao perceber os pés no lago
esquece sua procura primeira.
Que faz esta criança festeira?
Brincadeiras!



TEXTO PRODUZIDO EM GRUPO CATARIANA, JOSIANE E ÂNGELA TATIANA NA AULA DO DIA 18/08/2016

EMOÇÃO

De pés descalços
cheirando a terra.
Bate forte o coração.
namorado no portão.
Ouço o toque da sineta
e seguro a emoção.